Quem não gosta de canjiquinha com costelinha?
Apesar de não ser muito popular em alguns estados, é uma delícia. É um bom prato para fazer em dias frios e de chuva, seja em casa, seja em seu boteco…

É um prato composto de milho e carne de porco, dois ingredientes que há séculos escrevem a história da gastronomia mineira de norte a sul do estado. A tradição vem desde os tempos coloniais, quando os hábitos alimentares eram ditados pelas facilidades de se encontrar os produtos e pela mistura dos costumes dos diversos povos que aqui se instalaram. A herança daquele período são receitas expressivas. É o caso da costelinha com canjiquinha, quase uma unanimidade em nosso território.

canjiquinha, também conhecida por quirera de milho ou péla égua, é uma iguaria mineira que constitui-se de milho triturado grosseiramente até esfarelar-se (a ponto de não passar por uma peneira)

A verdadeira data da origem do preparo da canjiquinha é desconhecida, porém há documentos relatando seu preparo por volta de 1749.

 

INGREDIENTES

1 kg de costelinha de porco
250g de canjiquinha
1 cebola grande
6 dentes de alho
100g de bacon
1 tomates
Cheiro-verde picado (a gosto)
Pimenta-do-reino (a gosto)
Sal (a gosto)
2 colheres de sopa de óleo

MODO DE FAZER

Corte a costela e coloque-as num recipiente. Tempere com sal, pimenta-do-reino e 3 dentes de alho bem amassado. Deixe marinar por uma hora.

Lave a canjiquinha e deixe de molho por uma hora. Em uma panela de pressão refogue a metade do alho e a cebola. Depois de dourar acrescente o tomate e refogue.

Coloque aproximadamente 4 copos de água e feche na pressão. Depois de 5 minutos de pressão desligue, espere a pressão acabar e veja se cozinhou. O tempo de cozimento depende da canjiquinha que você comprou, por isto é necessário cozinhar aos poucos (veja tempo de preparo na embalagem).

Em outra panela frite o bacon, reserve. Frite a costelinha na panela do bacon até dourar. Retire e coloque na panela de pressão junto com a canjiquinha e o bacon. Deixe ferver por mais 10 minutos. Sirva acompanhado de cebolinha e cheiro verde.

Deixe um comentário

Deixe um comentário