O torresmo é uma preparação culinária feita de pele de porco com gordura (ou mesmo toucinho e até banha) cortada em pequenos pedaços e frita até ficar crocante. É um típico da região de Minas Gerais. É apreciado em diversas regiões do mundo.

Nos botecos os torresmos costumam ser servidos junto a um aperitivo, a famosa cachaça.

História do torresmo

No Brasil, é uma contribuição da culinária portuguesa, com alguns retoques dos temperos trazidos pelos escravos da África. Antigamente, era só uma maneira de se obter a banha de porco (gordura utilizada na culinária), mas na Bahia colonial, os escravos passaram a consumi-lo diretamente.

Modo de preparo do torresmo a pururuca

  • 1 kg de torresmo em cubos (panceta ou toicinho)
  • Sal
  • 1/2 copo de óleo
  • Tempere os torresmos com o sal e deixe descansar por uns 15 minutos.
  • Coloque um pouco de óleo numa panela e quando estiver quente, coloque os cubos do torresmo. Tampe a panela para não sujar demais o fogão.
  • Com uma colher de pau vá mexendo de vez em quando para não grudar um torresmo no outro. Eles vão soltar mais gordura ainda e quando estiverem opacos, com cara de que estão fritos, desligue o fogo, retire daquela gordura os torresmos e coloque-os na geladeira para esfriar. Reserve a gordura.
  • Quando os mesmos estiverem frios (não gelados), esquente a gordura novamente e quando estiver frigindo, coloque de volta os torresmos e vá mexendo até eles pururucarem.
  • Retire após e coloque em um recipiente com papel toalha.

Deixe um comentário

Deixe um comentário